PERGUNTAS FREQUENTES

Proteja-se contra dores no corpo em viagens

Quando pensa em passar uns dias longe da rotina, você nem se importa em calcular quanto tempo vai precisar ficar dentro do ônibus. Mas o sacrifício, muitas vezes, acaba pesando (nas costas, nas pernas, nos ombros) e haja descanso para se recuperar das horas em que ficou encolhido, numa mesma posição.

Alguns cuidados, no entanto, ajudam a evitar esse desconforto , afirma fisioterapeuta Patrícia Lacombe, presidente da Associação Brasileira de Ginástica Holística. A proteção contra as dores começa pelo jeito como você se senta. Independente do meio de transporte, você deve se sentar sobre os ísquios (ossinhos do bumbum), mantendo a coluna no alinhamento adequado, ela ensina.

Nos trechos mais longos, os ônibus leito são realmente a opção recomendada. Isso porque os bancos reclinam mais, deixando a coluna relaxada quando você se deita. Além disso, os assentos são mais largos e oferecem um espaço maior para esticar as pernas. Esse tempo pode variar um pouco de pessoa para pessoa. Mas, em média, após meia hora na mesma posição o nosso corpo já começa a dar sinais de cansaço, diz a presidente da ABGH. Daí aquela vontade de se alongar que sentimos.

Mas vale lembrar que o mal-estar trazido por viagens é de curta duração. Em um ou dois dias, já foi embora. A especialista frisa que dores persistentes são reflexos de nossos maus hábitos. Para curá-las, é preciso aprender a reutilizar o nosso corpo, sem vícios de postura. Se algum desconforto incomodar por mais de três meses seguidos, procure imediatamente um ortopedista ou um fisioterapeuta, ela recomenda.

Acessórios que protegem
A região lombar da coluna costuma ser a mais prejudicada pelos erros de postura. A melhor maneira de se proteger é sentar-se corretamente, empilhando sem desvios todas as vértebras. Mas se isso está difícil, conte com a ajuda de almofadinhas ou travesseiros. Ponha nas costas para manter a curvatura natural e evitar tensões, de forma que seu corpo permaneça confortável, mas bem alinhado, afirma Patrícia.

Nenhum acessório, entretanto, é eficaz a ponto de fazer você dispensar os cuidados básicos. O viajante deve se sentar nos ísquios e manter uma boa contração abdominal o tempo todo, diz Patrícia. Quanto aos pés, não deixe de movimentá-los a cada 15 minutos, pelo menos. Isso serve para estimular a circulação, evitando varizes e formigamento.

Está doendo? Alongue-se, que passa
Durante o trajeto, é importante que os viajantes façam uma pausa para alongar o corpo. Isso evitará dores musculares e articulares, além de problemas circulatórios, alerta a fisioterapeuta Patrícia Lacombe.

Que tal, então dar uma esticadinha ao parar nos postos de gasolina ou numa lanchonete? É possível alongar até mesmo dentro do ônibus, como ensina a especialista:

Dentro do ônibus

Movimento Quatro sentado
Sentado, cruzar uma das pernas sobre a outra fazendo um 4 . Inclinar levemente o corpo para frente (mantendo a coluna reta). Ficar nesta posição por 30 segundos. Repetir do outro lado.
Objetivo: relaxamento e alinhamento da bacia, coluna lombar e prevenção de problemas nos joelhos.
Saiba mais: esta região tem pontos de tensão muito profundos, que podem irradiar dor para o rosto, os braços e a coluna.


Fora do ônibus

Movimento Re

comprar passagem




BREDA TRANSPORTES E SERVIÇOS S/A
Av. Dom Jaime de Barros Camara, 300 - Planalto - São Bernardo do Campo - SP
CEP: 09895-400 l Tel: (11) 4355-1500 | CNPJ: 05.160.935/0001-59
E-mail: faleconosco@bredaservicos.com.br | SAC: 0800 779 4990